Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

ARTIGOS

quarta-feira, 23 de maio de 2018

ESQUEMA MONSTRO - CULTURA DO ESTUPRO

O objetivo desta postagem é abordar conceitualmente o que seria cultura do estupro e é fundamental, para avançar na leitura, estar disponível para entender o conceito e pensar sobre ele.



Cultura do estupro pode ser conceituada como conjunto de pensamentos, hábitos, crenças, formas de agir que naturalizam e podem incentivar a prática do estupro. Isso se configura na vida cotidiana de várias maneiras que estão expostas no esquema. Essa cultura tem relação com a dominação masculina (olá, Bourdieu!) que naturaliza essas violências e mesmo valoriza comportamentos ambíguos que contribuem para que homens sintam-se incentivados a forçar o sexo: o popular “dizer não mas querendo dizer sim” é parte do que se ensina às mulheres e que as coloca em situação de perigo pois para os homens é como se fosse dito: “insista mais que você consegue!”

Esses elementos não são ensinados de maneira direta, mas através de canções, cenas de novela e cinema, piadas que naturalizam esse agir a partir de um pensar que objetifica o corpo feminino e o disponibiliza para o uso masculino mesmo contra a vontade das mulheres. Deve ser combatida e para tanto é preciso “estar atento e forte”.

#experimentepensar #penseforadacaixa

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário