Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

Acesse aqui!

Entre em contato pelo Facebook ou Twitter.

Assista aqui!!!

Assista a filmes históricos clicando aqui!!

Fichas monstro!!!

Faça o download das Fichas Monstro clicando na barra de menu!!

Fale com o Prof. Salviano Feitoza

Clique aqui e saiba informações importantes sobre o Prof. Salviano Feitoza

ARTIGOS

sábado, 21 de abril de 2018

TIRADENTES - VAMOS PENSAR SOBRE?


Não era pobre e não foi esse o motivo de ter sido assassinado na forca e esquartejado!

A razão dessa postagem não é "destruir mitos", mas pensar com a História sobre fatos históricos e suas possíveis interpretações. O discurso histórico também é um campo de combate sobre os entendimentos acerca do que aconteceu.

Tiradentes não era pobre, realizou atividades de mineiro, era dono de terras e tropeiro. Recebeu o direito de explorar 43 lavras. Se levarmos em conta que o número mínimo de pessoas escravizadas que alguém deveria ter para receber uma lavra era 12 ou 13, receber 43 dá uma dimensão do quanto Tiradentes não era de poucas posses.

Documentos da devassa revelaram que ele era dono de um sítio de aproximadamente 50 km quadrados, o que fecha a ideia de que Tiradentes não era pobre.

Mais do que polarizar a discussão, devemos ter em mente que a memória social de uma nação é construída a partir de interesses de uma época e a figura de Tiradentes foi utilizada por diversas vertentes políticas e ideológicas para finalidades vinculadas a essas ideologias.

Um aspecto é indubitável: Tiradentes existiu e suas ações reverberaram no tempo e espaço. O que se diz e pensa sobre ele, isso é passível de problematização. 

#penseforadacaixa #experimentepensar

sexta-feira, 13 de abril de 2018

ESQUEMA MONSTRO - CONHECIMENTO SEGUNDO ARISTÓTELES


Para o pensador grego Aristóteles, o conhecimento poderia ser classificado como teórico e prático. O conhecimento teórico no permite saber como as coisas são sem, no entanto, maiores possibilidades de ação. Já o conhecimento prático deve ser entendido pela sua possibilidade de intervenção no mundo e, em algumas situações, sobre si.


Ética, política e medicina seriam, por essa perspectiva, parte do conhecimento prático, uma vez que dizem respeito ao conhecimento que torna possível agir sobre o mundo ou produzir nele. O conhecimento teórico comporia a capacidade racional para explicar o porquê algo acontece. 


Nessa busca por explicações, identificou que o pensamento humano seguiria o seguinte itinerário de causas: 


1. a causa material: a mesa é de madeira

2. a causa formal: a mesa é quadrada

3. a causa eficiente: quem fez a mesa

4. a causa final: para quê serve a mesa


Aristóteles deixou importantes contribuições para o pensamento humano e deve ser estudado atualmente pelas possibilidades de caminhos que pode oferecer, tanto para o autoconhecimento como para as questões de ordem pública.

#penseforadacaixa #experimentepensar