Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

ARTIGOS

quarta-feira, 1 de março de 2017

WEBER E O CONCEITO DE DOMINAÇÃO



A compreensão das ideias de Weber sobre dominação tem que levar em consideração a definição dele do que é o Estado: (…) uma comunidade humana que, nos limites de um determinado território , (…) reivindica para si própria o monopólio legítimo da violência. A legitimidade desse monopólio está ligada aos três tipos de dominação por ele classificados, a saber:


                                
I. tradicional: entendida como sempre existente, ou seja, a população a ele submetida não considera outra forma de exercício da autoridade;

                                
II. carismática: a população obedece pois acredita em supostas qualidades fora do comum que a liderança tem. Seria a crença em alguém para “salvar a pátria” de todos os problemas e de todas as necessidades;

                                
III. legal: se legitima através das leis. Grande exemplo dos regimes republicanos contemporâneos em que a presidência é exercida por quem foi eleito dentro das regras legais do processo eleitoral.

A letra da canção HINO DE DURAN, de Chico Buarque, pode nos ajudar a compreender a ideia de Weber sobre dominação:

HINO DE DURAN

Se tu falas muitas palavras sutis
Se gostas de senhas sussurros ardis
A lei tem ouvidos pra te delatar
Nas pedras do teu próprio lar

Se trazes no bolso a contravenção
Muambas, baganas e nem um tostão
A lei te vigia, bandido infeliz
Com seus olhos de raios X

Se vives nas sombras frequentas porões
Se tramas assaltos ou revoluções
A lei te procura amanhã de manhã
Com seu faro de dobermam

E se definitivamente a sociedade
só te tem desprezo e horror
E mesmo nas galeras és nocivo,
és um estorvo, és um tumor

A lei fecha o livro, te pregam na cruz
depois chamam os urubus
Se pensas que burlas as normas penais
Insuflas agitas e gritas demais

A lei logo vai te abraçar infrator
com seus braços de estivador
Se pensas que pensas estás redondamente enganado
E como já disse o Dr. Eiras,
vem chegando aí, junto com o delegado
pra te levar...
 







Reações:

0 comentários:

Postar um comentário