Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

Acesse aqui!

Entre em contato pelo Facebook ou Twitter.

Assista aqui!!!

Assista a filmes históricos clicando aqui!!

Fichas monstro!!!

Faça o download das Fichas Monstro clicando na barra de menu!!

Fale com o Prof. Salviano Feitoza

Clique aqui e saiba informações importantes sobre o Prof. Salviano Feitoza

ARTIGOS

quinta-feira, 25 de junho de 2015

segunda-feira, 15 de junho de 2015

ENEM - HISTÓRIA - RACISMO E JESUS NEGRO

Como visto em outras postagens, é fundamental, quando se está estudando História para o ENEM, que se busque identificar MUDANÇAS e PERMANÊNCIAS, SEMELHANÇAS e DIFERENÇAS entre um mesmo tema em diferentes tempos e espaços e no mesmo espaço em tempos diferentes.

Um tema rico para tal reflexão é o RACISMO. Pode-se entender o racismo como a prática de exclusão, de alguém ou de um grupo, justificada pela crença na existência de raças humanas e na hierarquização entre elas. No Brasil essa prática está muito ligada às populações afro-brasileiras.

É importante que se tenha em mente que o racismo se manifesta de maneiras explícitas e também de maneiras implícitas. As explícitas são auto explicativas mas as implícitas geralmente são vistas como "coisa da cabeça da/o negra/o" ou exagero.

Podemos chamar de "racismo simbólico" aquele que se reproduz sem que seja notado de maneira imediata e quando é exposto causa reações de incredulidade.

Vamos testar?

SE Jesus fosse negro, você (se você acredita nele) o amaria da mesma forma que afirma amar?

Se você, de início, reagiu pensando que Jesus nunca poderia ser negro, pense no motivo dessa reação e considere a localização geográfica dos acontecimentos. Poderia não ter a pele negra mas, muito provavelmente, não teria aquela pele tão clara como se vê em dezenas de filmes sobre a vida dele;

Este é apenas um exemplo de como o racismo pode tomar formas quase invisíveis.

Essa canção, SE JESUS FOSSE UM HOMEM DE COR, traz uma possibilidade de reflexão a partir da DESNATURALIZAÇÃO e do ESTRANHAMENTO, fundamentais para o desenvolvimento das outras habilidades e competências para a prova do ENEM.

Se Jesus fosse um homem de cor

GLORIA, GLORIA ALELUIA
O MEU CRISTO NÃO TEM COR
GLÓRIA, GLÓRIA ALELUIA
GLÓRIA, GLÓRIA, PAZ E AMOR

talvez ninguém tenha pensado o que pensei
durante a noite que passou
ou se pensou, ficou calado pra não ver
o mundo inteiro reagir

a minha fé não modifica e nem se abala
mas eu não posso me calar
minha pergunta necessita uma resposta
será que alguém me pode dar?

Você teria por ele esse mesmo amor
se jesus fosse um homem de cor?

GLORIA, GLORIA ALELUIA
O MEU CRISTO NÃO TEM COR...

talvez ninguém tenha passado o que eu passei
que os meus problemas são de cor
eu quis pintar o meu céu azul de amor e paz
e o mundo inteiro não deixou

a minha fé não modifica e nem se abala
mas eu não posso me calar
minha pergunta necessita uma resposta
será que alguém me pode dar?


sexta-feira, 5 de junho de 2015

ENEM | SOCIOLOGIA - IDEOLOGIA, MARX E ÓCULOS ESCUROS

Sabe óculos? Existe uma grande variedade deles para todas as situações: óculos de sol, óculos para quem tem dificuldade para enxergar o que está longe; óculos para quem tem dificuldade de enxergar o que está perto; óculos para quem tem problemas em enxergar de longe e de perto; óculos escuros, óculos de sol etc.

Assim como os óculos , as ideologias são variadas e atendem aos mais diversos interesses e necessidades. Cada óculos serve a uma determinada finalidade e as ideologias também.

Elas garantem a manutenção da ordem social assim como podem ser os impulsionadoras das mais intensas transformações sociais, políticas, culturais etc.

Saiba mais nessa aula sobre ideologia e se inscreva no nosso canal, curta nossa página feicebuquiana.

https://www.facebook.com/supersupersociologia

#discordiaSEMPRE | #SuperSociologia |


segunda-feira, 1 de junho de 2015

ENEM - HISTÓRIA DO BRASIL - REGIME CIVIL-MILITAR E ARTISTAS CENSURADAS/OS

É fundamental que ao estudar o período de governo civil-militar brasileiro se tenha em mente que este foi caracterizado por ser uma ditadura.

Ditaduras, por sua vez, se caracterizam pelo fato de que quem está no comando das instituições políticas não está lá por vontade geral da população.

Ditaduras não admitem perguntas, problematizações. Toda oposição deve ser destruída, silenciada. As formas de reação contra um regime ditatorial vão desde o conflito direto contra os aparelhos repressores do Estado (polícia, forças militares) até o que se pode chamar de resistência sub-reptícia (aquela que se dá "por baixo dos panos", "nas intocas").

Esse tipo de resistência geralmente é desempenhado de maneira  bem interessante por artistas que, usando de malabarismos de linguagem (musical, escrita, corporal etc) , criticam a ordem autoritária.

Foi realizado em 1973 um festival de música, o Phono 73, com o objetivo de mostrar que essa gravadora não era um "reduto de comunistas" como se afirmava. Resultado: um dos registros mais contundentes da ditadura agindo contra as/os artistas - o microfone de Chico Buarque sendo cortado enquanto ele balbuciava Cálice, música considerada subversiva pelo regime.

(o som parece desvinculado das imagens em alguns momentos. O motivo: o que se escuta é o registro da mesa de som, que continuou gravando mesmo depois do microfone ter sido cortado.

#penseFORADACAIXA | #SuperSociologia