Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

ARTIGOS

segunda-feira, 23 de março de 2015

ENEM - HISTÓRIA - Calypso e as Fontes para o estudo das ações humanas no tempo e espaço

Você, estudante que se prepara para a prova do ENEM, deve ter em mente que tudo que for produzido pela ação/pensamento humano é cultura, tanto material quanto imaterial.

A partir dessa perspectiva podemos enumerar, para efeitos didáticos, as fontes em:

1. primárias: são as fontes que, ao serem estudadas, permitem entender parte da existência de quem as produziu individual ou coletivamente. Exemplo: correspondências, registros de leis, diários;

2. secundárias: são todas as fontes que foram produzidas a partir da análise, da compreensão, do entendimento de fontes primárias. Exemplo: um livro que trate da história da Grécia e que se baseou no livro História, de Heródoto;

3. terciárias: você estará diante de uma fonte terciária quando identificar que ela reúne tanto fontes secundárias quanto primárias. Exemplo: uma lista de livros sobre determinado tema e que contenha os dois primeiros tipos de fonte citados; a internet também pode ser entendida como fonte terciária.

A música "Diário", cantada pela banda Cia do Calypso, mostra uma fonte primária na qual estão registrados os momentos importantes da vida do "eu lírico" da canção.

Ela quer se livrar das "lembranças que fazem chorar" e para tanto afirma, decidida, que vai arrancar as páginas que são a lembrança física, material da emoção boa que ela sentiu em outro momento.

E você, onde ficam registradas suas lembranças?

pense FORA DA CAIXA



Meu Diário
Companhia do Calypso

Vou arrancar do meu diário
As folhas que escrevi falando de você
Vou devolver a sua foto pra não olhar pra te
esquecer
Eu vou tirar você de mim,
ou nas suas cartas de amor vou dar um fim
Se acabou pra que guardar
lembranças suas que me fazem chorar

Vou arrancar do meu diário
As folhas que escrevi falando de você
Vou devolver a sua foto pra não olhar pra te
esquecer
Eu vou tirar você de mim,
ou nas suas cartas de amor vou dar um fim
Se acabou pra que guardar
lembranças suas que me fazem chorar

Decidi tirar você da minha vida
Não tem volta, é pra valer
Tô decidida

Decidi tirar você da minha vida
Não tem volta, é pra valer
Tô decidida

Vou devolver a sua foto pra não olhar pra te
esquecer
Eu vou tirar você de mim,
ou nas suas cartas de amor vou dar um fim
Se acabou pra que guardar
lembranças suas que me fazem chorar

Decidi tirar você da minha vida
Não tem volta, é pra valer
Tô decidida

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário