Menu Superior Horizontal

  • E
  • D
  • C
  • B
  • A

ARTIGOS

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

ATOR PRESO E "DEMOCRACIA RACIAL" TUPINIQUIM

Vamos lá: o/a brasileiro/a é racista. Eu não sou racista, mas conheço alguém que é. Sempre se conhece alguém e nunca se é racista.

Na minha prática em sala de aula, quando abordo as questões étnicas, sempre tenho que provar que as práticas racistas existem, acontecem e as muitas formas sutis - nem tanto - com as quais elas são colocadas em funcionamento. Algumas podem ser mais entendidas como preconceituosas, discriminatórias que racistas, propriamente ditas.

Enumeremos as mais sutis:

1. CABELO AFRO, ESTILO BLACK POWER É FANTASIA DE CARNAVAL. Pois bem, pense comigo: quando estamos nos dias de reinado de Momo, muitas pessoas usam perucas estilo cabelo black power como fantasia. É praticamente uma mosca branca, difícil de achar, a fantasia com cabelos lisos. Pelo contrário, cabelos lisos são comercializados em uma demonstração de valorização dessa estética que não condiz com o tipo de cabelo da maior parte da população brasileira;

2. O BANDIDO NEGRO SEMPRE SERÁ CONFUNDIDO COM O PRIMEIRO NEGRO QUE PORVENTURA ESTEJA NO LOCAL OU MESMO PASSANDO PERTO. Mais rara ainda é a abordagem para pessoas de pele clara quando ocorre um crime;

3. AS PESSOAS NEGRAS GOSTAM DE ROUPAS COLORIDAS, CHAMATIVAS: se uso roupas coloridas, sem cor, saias curtas, blusas decotadas é porque EU QUERO USAR. Afirmar: “ela/ele se veste desse jeito porque é negr@” recai no que foi escrito acima; colorida ou sem cor, é roupa. NÃO EXISTE ROUPA DE NEGRO E NEM ROUPA DE BRANCO; É TUDO ROUPA. Posso usar roupas que meus ancestrais usaram, posso usar roupas que estadunidenses vendem – ainda que pouco propícias ao clima do local que vivo; o faço pois vivo em sociedade e não porque sou negr@;

4. AS PESSOAS NEGRAS SÃO PRECONCEITUOSAS COM OUTRAS PESSOAS NEGRAS: se há negr@s que fazem comentários racistas, o fazem como fruto da sociedade que foi gerada durante séculos de escravidão e que construiu a negação do ser negr@ associando muita coisa ruim a palavra NEGRO (abra o dicionário nesta e tire suas conclusões), logo, é mais difícil querer ser identificado com coisas ruins, não é?

5. USAR UMA CAMISA COM O TEXTO 100% NEGRO, NÃO É RACISMO: acompanhe o raciocínio: afirmar-se 100 % negr@ é posicionar-se tendo como objetivo tornar positivo algo que foi secularmente taxado de negativo. É mais possível uma pessoa negr@ não ter conseguido emprego, ter sido a única revistada por policiais em um coletivo porque era negra do que porque era branca. Esse mesmo raciocínio pode ser estendido para mulheres e homossexuais

 Este recente acontecimento: Câmeras revelam que prisão de ator da Globo foi confusão da PM prova escancaradamente que há algo de muito podre nessa "democracia racial" e É O RACISMO QUE NÃO É ASSUMIDO, NÃO É DEBATIDO, LOGO, PARECE PROBLEMA DOS/AS NEGROS/AS. É UM PROBLEMAS DE TODOS/AS.


Não venham com discurso de que há uma briga maior: a briga de todos/as excluídos/as. Há, sim, então vamos nos reunir para mudar geral e amplamente, mas AGORA, NESSE INSTANTE, A BANDEIRA QUE LEVANTO É CONTRA O RACISMO, O PRECONCEITO E A DISCRIMINAÇÃO CONTRA A POPULAÇÃO NEGRA DO BRASIL.

Pense FORA DA CAIXA.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário